fbpx

Soja 2020/2021 dribla atraso no campo e mantém expectativa recorde de produção

Soja 2020/2021 dribla atraso no campo e mantém expectativa recorde de produção
Soja 2020/2021 dribla atraso no campo e mantém expectativa recorde de produção

Recorde de produção: Após consideráveis atrasos no início do ciclo 2020/21, o plantio da soja avança rapidamente, mantendo boas expectativas de produção. Segundo a revisão de novembro da StoneX, o Brasil deve colher 133,48 milhões de toneladas de oleaginosa (contra 132,61 mi ton divulgado anteriormente), em decorrência de ajustes em área e em produtividade.

A área plantada total passou de 38 para 38,14 milhões de hectares, com aumentos em Goiás, Pará e em estados do MATOPI (sigla para Maranhão, Tocantins e Piauí). O rendimento nacional registrou um leve aumento, de 3,49 para 3,5 toneladas por hectare.

O grupo também destaca um incremento no número da safra 2019/20, que passou para 124,35 milhões de toneladas, após uma revisão da produção alcançada em Goiás.

“Mesmo com mais esse aumento no número da safra 2019/20, para 124,35 milhões de toneladas, a perspectiva de uma oferta extremamente limitada de soja no final deste ano continua”, pondera a analista de inteligência de mercado da StoneX, Ana Luiza Lodi. Nova estimativa de exportação em 2020 foi elevada para 82,5 milhões de toneladas.

Já no ciclo 2020/21, mesmo com as perspectivas de uma produção recorde, em 133,48 milhões de toneladas, a demanda deve continuar aquecida, num cenário de vendas adiantadas e real desvalorizado, mantendo as condições propícias à continuidade de preços domésticos sustentados.

“A safra brasileira está no centro das atenções, diante de uma demanda chinesa aquecida e das estimativas de um balanço bem mais restrito nos EUA”, avalia Ana Luiza.

Fonte: Portal DBO