fbpx

Safra de soja 2020/21 deve alcançar recorde de 135,61 milhões de toneladas

Soja 1 850x567 1 768x432 - Safra de soja 2020/21 deve alcançar recorde de 135,61 milhões de toneladas

A produção brasileira de soja na safra 2020/21, em fase inicial de colheita em algumas regiões, deve alcançar recorde de 135,61 milhões de toneladas, volume 7% maior em comparação com as 127,15 milhões de toneladas da safra 2019/20. A estimativa é da Consultoria Datagro, divulgada nesta quarta-feira (20/1) e representa aumento ante as 134,98 milhões de toneladas da previsão anterior. A área plantada também foi revisada, para 38,75 milhões de hectares, sobre os 38,79 milhões de hectares da projeção anterior, mas ainda acima da safra 2019/20 (37,39 milhões de hectares).

O coordenador de Grãos da Datagro, Flávio Roberto de França Junior, informa em comunicado que o total de área revelado nesse levantamento está confirmando a direção do levantamento de julho, de 37,99 milhões de hectares, mas com incremento de 762 mil hectares, ou 2%. “E esse aumento está, inclusive, confirmando nossa sinalização no próprio levantamento inicial. Com isso, o produtor brasileiro incrementou o plantio de soja no país pelo 14º ano consecutivo”, destaca.

A Datagro diz que os produtores foram estimulados pelos preços médios acima do padrão, a alta produtividade média, a positiva lucratividade bruta da safra, a oferta de crédito, a demanda interna e externa aquecida, além de limitação na área da Argentina, a redução de preços na tabela de fretes mínimos e a manutenção do acordo comercial fase 1 entre EUA x China.

Milho

Apesar de elevação na soja, a Datagro vê números menores para o milho do Brasil. Considerando as duas safras do cereal no País, a área em 2020/21 foi atualizada para 19,62 milhões de hectares, ante 19,77 milhões de hectares do último levantamento e 3% acima dos 18,98 milhões de hectares de 2019/20. Já a produção foi revisada para 109,93 milhões de t, em comparação com 114,04 milhões de t do último levantamento, mas cerca de 3% acima das 106,32 milhões de t de 2019/20.

Na 1ª safra do cereal, a área é estimada em todo o País em 4,30 milhões de hectares, ante 4,43 milhões de hectares previstos anteriormente e aproximadamente 1% abaixo de 2019/20 (4,34 milhões de hectares). A produção na safra é estimada em 24,26 milhões de t (18,46 milhões de t no Centro-Sul), ante as 27,33 milhões de t apontadas anteriormente e 7% menor que as 26,12 milhões de t da última temporada.

A 2ª safra de milho deve ter área de 15,32 milhões de hectares em 2020/21, ante 15,34 milhões de ha do último levantamento, mas ainda cerca de 5% acima da temporada anterior (14,64 milhões de ha). A produção tem potencial revisado para 85,67 milhões de t (79,87 milhões de t na região Centro-Sul), ante 86,71 milhões de t da última projeção e 7% acima das 80,20 milhões de t da temporada anterior.

Fonte: Portal DBO.