Novo caso de febre suína é registrado no sudoeste da China

suinos 768x432 - Novo caso de febre suína é registrado no sudoeste da China

A China enfrenta um novo caso de peste suína africana (ASF), segundo informou ministro da agricultura chinês na última segunda-feira (26). O assunto é um dos mais discutidos no noticiário local.

O novo foco da peste suína africana foi detectado na província de Yunnan, no sudoeste da China, em uma fazenda de 120 porcos nas proximidades da cidade de Zhaotong. Segundo informações, 26 porcos foram mortos.

A situação não assusta os chineses que seguem investindo no setor. Um exemplo disso é a New Hope Liuhe, a maior produtora de alimentos da China, que anunciou a conclusão da sua primeira fazenda de suínos no exterior.

A New Hope Liuhe informou no último domingo (25), que a fazenda de suínos foi construída na província de Binh Phuoc, no Vietnã, com previsão de produção de 300 mil porcos na planta. O início das operações será em novembro.

Segundo a agência de notícias Reuters, até 2022 a New Hope pretende estar entre as três maiores produtoras do maior rebanho de suínos do mundo.

Empresa chinesa investe mais de US$ 3 milhões na produção de suínos

O investimento da New Hope na planta em Binh Phuoc foi de aproximadamente cerca de US$ 3 milhões. O valor investido faz parte dos esforços da empresa no aprimoramento em biossegurança.

A instalação é totalmente equipada com sistemas de sanitização e desinfecção de diversas camadas, além de modernas instalações de tratamento de resíduos animais.

A New Hope também planeja a construção de uma fábrica de rações no Vietnã com o objetivo de reduzir o risco de expor a ração a vírus ao ar livre e no momento do transporte.

O Vietnã também vive o drama da peste suína africana que está presente em 61 das 63 províncias.

A peste foi detectada em fevereiro deste ano. Aproximadamente 13% dos suínos (4 milhões de porcos), precisaram ser abatidos, segundo informou o Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural do país.