fbpx

No atacado, carne bovina de Mato Grosso sobe 50% em um ano

No atacado, carne bovina de Mato Grosso sobe 50% em um ano
No atacado, carne bovina de Mato Grosso sobe 50% em um ano

Os preços da carne bovina vêm registrando patamares recordes no mercado atacadista do Mato Grosso, segundo informa novo boletim pecuário divulgado nesta terça-feira (27/10) pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Em setembro, o valor da carcaça casada do boi apresentou avanço de 6,54% sobre o preço de agosto e elevação de 49,97% em relação ao mesmo mês de 2019, segundo o Imea. Na avaliação do instituto, “os auxílios emergenciais deram suporte para a maior precificação da carne”. Além disso, relata o Imea, a valorização da proteína no atacado do Mato Grosso reflete “a forte demanda da carne bovina brasileira pelo mercado internacional em 2020”.

Essa mesma conjuntura, observa o instituto, também tem sustentado a tendência altista na arroba do boi gordo. Em setembro último, foi observada uma diferença de apenas 4,27% (ou de R$ 0,64/@) entre os preços do quilo da carcaça casada e do quilo da arroba do boi gordo.

Estreitamento do diferencial de base

O diferencial de base MT-SP (diferença entre o preço do boi gorda entre as duas praças pecuárias) apresentou o segundo encurtamento consecutivo e retornou ao mesmo patamar de fevereiro deste ano, informa o Imea. Em setembro, o indicador ficou na média de -9,17%, o que representou uma variação de -1,86 ponto percentual ante a agosto de 20, além de uma diferença de -2,61 pontos percentuais no comparativo com o diferencial de base médio dos últimos 12 meses (de -11,78%).

O principal motivo que contribuiu para o estreitamento no diferencial de base MT-SP, diz o Imea, foi a valorização mais intensa da arroba do boi gordo a prazo mato-grossense em relação à arroba paulista. Em setembro, a valorização mensal da arroba no mercado do Mato Grosso MT foi de 11,04% e o boi ficou na média dos R$ 226,06/@ livre de Funrural. Enquanto isso, em São Paulo,  a arroba avançou  8,76% e o boi encerrou o mês a R$ 248,89/@, também livre de Funrural.

Para o mês de outubro, informa o Imea, já se observa que o diferencial MT-SP pode apresentar um novo encurtamento, já que, apenas na primeira quinzena do mês, já se encontra na média de -7,51%.

Fonte: Portal DBO