Milho: Expectativas para a segunda safra

saca de milho 768x432 - Milho: Expectativas para a segunda safra

Com a chegada da segunda safra, os produtores de milho começam a acompanhar as tendências quanto à cotação e à demanda. No mês de abril, os preços registraram queda no mercado interno motivados pela previsão de uma melhor produção na segunda safra (2018/2019), além da queda na demanda para o mercado externo.

Um levantamento realizado pela Scot Consultoria, constatou que na região de Campinas (SP), a saca de 60 quilos terminou o mês cotada em R$36,00, sem o frete. Desde o fim do mês de fevereiro, época em que começaram os recuos, o preço do milho caiu 16,3% em São Paulo. Se for feita uma comparação com abril do ano passado, em 2019 o milho está custando 6,5% menos.

Já para os curtos e médios prazos, espera-se uma queda nos preços do milho no mercado interno. Na B3, os contratos futuros de milho despencaram ao longo de abril. O grande destaque foi para o rompimento da barreira dos R$32,00 por saca em Campinas para os contratos com vencimento em julho deste ano, que era considerado o piso de preço desde o final de 2018.

O clima e o câmbio, considerados fatores de atenção, seguem como os de maior peso na precificação do milho no restante do semestre. A preocupação maior está por conta do dólar, devido às questões políticas e reflexos sobre a cotação da moeda frente ao real, já observadas nos meses de março e abril.

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *