fbpx

Mais de 150 mil pessoas deverão passar pela Expofeira até domingo

expofeira 768x432 - Mais de 150 mil pessoas deverão passar pela Expofeira até domingo

Iniciada no dia 1º de setembro, a 44ª Exposição Agropecuária de Feira de Santana na Bahia, a Expofeira, deverá receber 150 mil pessoas até seu encerramento neste domingo (8). Além do grande público, a organização prevê um faturamento de 8 milhões de reais.

Segundo o secretário municipal de Agricultura de Feira de Santana, Joedilson Freitas, o bom volume de negócios figura como um dos responsáveis pelo sucesso da Expofeira.

Durante a abertura oficial no domingo, o prefeito Colbert Martins da Silva Filho assinou documentos autorizando a entrega de equipamentos do programa Feira Produtiva. Os equipamentos serão utilizados para produção e pesagem dos alimentos.

Para o chefe do Executivo, se a economia realmente melhorar poderá ser percebido um incremento nos negócios. Ele destacou o espaço de shows musicais da Expofeira, o Caminho da Roça, que é um lugar de muita alegria.

Expofeira é oportunidade de bons negócios”, diz produtor

De acordo com o criador de gado bovino, Gustavo Barreto, a Expofeira (Exposição Agropecuária de Feira de Santana) representa uma oportunidade de bons negócios para o setor.

Ele é pecuarista do estado de Sergipe e participa na mostra agropecuária com o gado Santa Gertrudis, uma raça sintética criada da combinação entre as raças Brahman e Shorthorn.

O gado Santa Gertrudis tem como característica a rusticidade, precocidade e ganho de peso. “É um gado que satisfaz o mercado consumidor e dá lucro ao produtor”, disse o pecuarista.

Barreto destacou que os animais Santa Gertrudis carregam uma habilidade materna. Os bezerros nascem pequenos, mas são mais pesados, ativos, muito rapidamente estão mamando e com rápido desenvolvimento. “Também são resistentes ao ataque de parasitas e são precoces, porque emprenham mais rápido e ficam prontos mais cedo para o consumo”, explicou ele.

Os animais são inseminados a partir das melhores matrizes. Dentre os dez exemplares da raça que o pecuarista trouxe à Expofeira, cinco já foram vendidos. Destas, duas novilhas no valor de R$ 8 mil cada uma e três garrotes de R$ 15 mil cada um.