Em Sorocaba, fêmea Quarto de Milha de 23 meses é arrematada por R$ 750 mil

American Dream MRL 768x432 - Em Sorocaba, fêmea Quarto de Milha de 23 meses é arrematada por R$ 750 mil

A procura e a oferta por cavalos da raça Quarto de Milha está cada vez mais fortalecida. Um exemplo disso foi a negociação realizada no Leilão Haras Portofino, em Sorocaba (SP), onde uma fêmea quarto-de-milha de 23 meses foi vendida por R$ 750 mil.

O criador Antonio Bruno da Costa, de Várzea Grande (MT) fez um bom negócio, porque a égua que ele arrematou, a American Dream MRL, de pelagem castanho, terá uma longa vida reprodutiva e competitiva.

O leilão foi realizado no último sábado (10) e a fêmea quarto-de-milha faz parte da modalidade de corridas, mas ainda não estreou em nenhuma competição.

Outro município do interior paulista também viu um negócio semelhante há um mês, quando foi comercializado uma égua no valor de R$ 1,2 milhão em Araçatuba.

O leilão do Haras Portofino, que ficou a cargo da MBA Leilões, de Marcelo Andrade, e registrou a venda de 15 fêmeas pelo valor médio de R$ 189,2 mil cada e 15 machos pela média R$ 159,3 mil.

Para se ter uma ideia, pelos mesmos os valores praticados no leilão, sejam eles das fêmeas ou dos machos, todos integrantes da geração 2017, se poderia comprar um apartamento de 1 quarto no centro ou em um bairro da capital paulista.

Na média geral do leilão de Sorocaba – machos e fêmeas – foi atingido o valor de  R$ 174,2 mil.

Outro destaque foi a venda de um quarto-de-milha macho, um potro de apenas 22 meses de idade, que na batida do martelo recebeu R$ 540 mil. Trata-se do Cowboy Reason MRL.

O empresário Marcelo Borges, da MBA, destacou que a inflação baixa está ajudando o mercado do Quarto de Milha.

Segundo ele, o que também pesa nos resultados é a plena utilidade da raça originada dos EUA e afeita à lida com o gado, porque centenas de provas específicas do quarto-de-milha são realizadas em todo o Brasil.