Diretor Geral do IICA revela preocupação com o preço do café

cafe brasil shina 768x432 - Diretor Geral do IICA revela preocupação com o preço do café

A tarde desta quarta-feira (15) trouxe preocupação para os produtores de café após um comunicado do diretor geral do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Manuel Otero, prevendo uma forte queda do preço do café, o que desagradou bastante a categoria.

O café contribui com a economia de mais de 80 países e é responsável por vagas diretas e indiretas de emprego e uma queda no preço afetaria muita gente. Hoje são cerca de 25 milhões de produtores agrícolas que sobrevivem do café no mundo.

Colocando os números sobre a mesa, a queda é evidente. Em 2018, o preço médio de uma libra de café arábica (o da mais alta qualidade) foi de 1,01 dólares, frente a menos de 0,95 dólares em abril deste ano, quando atingiu a média mensal mais baixa desde julho de 2006.

“Trata-se de um cenário em que nenhuma atividade agrícola é rentável e, portanto, não permite assegurar a produção sustentável do café. Isso provoca um maior endividamento dos produtores e gera um alto fluxo de migrantes das zonas rurais para os centros urbanos e para outros países em busca de melhores oportunidades”, disse Otero que ainda avaliou que as quedas atingirão o México, Panamá, Peru, Equador, Bolívia, República Dominica e Jamaica, além do Brasil, compreendendo cerca de 14 milhões de pessoas que produzem e comercializam o café, envolvendo empregos diretos e indiretos.

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *