CCAB participou de conferência árabe-britânica em Londres

camara arabe brasileira londres 768x432 - CCAB participou de conferência árabe-britânica em Londres

Câmara de Comércio Árabe Brasileira participou da Cúpula Econômica Árabe-Britânica, realizada nesta na última quarta-feira (03) em Londres, na Inglaterra. A entidade teve um estande no evento, e seus representantes acompanharam os debates e se reuniram com empresários e dirigentes de organizações internacionais.

“Esta iniciativa ocorre dentro de nossa estratégia de internacionalização, de ter presença física para além dos países árabes”, disse o presidente da Câmara Árabe, Rubens Hannun, que está na capital do Reino Unido. Dentro de seu novo plano estratégico, a entidade se propõe não só a promover os negócios entre o Brasil e os países árabes, mas conectar brasileiros e árabes onde quer que eles estejam.

Nesse sentido, a Câmara participou no mês passado do Fórum Econômico Árabe-Alemão, em Berlim; e em 2018 esteve na Sial Paris, feira francesa de alimentos que concentra grande número de empresários brasileiros e árabes; na 12ª Semana Mediterrânea de Líderes Econômicos (Medaweek); e no Fórum de Negócios dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, em Nova York. Em outubro de 2019, a entidade vai ainda marcar presença na alemã Anuga, outra grande mostra internacional da indústria alimentícia.

Em Londres, Hannun e o vice-presidente de Marketing da Câmara Árabe, Riad Younes, se reuniram com o secretário-geral da Liga dos Estados Árabes, Ahmed Aboul Gheit (foto do alto), o subsecretário-geral para Assuntos Políticos da Liga, Hossalmedin Zaki, a vice-presidente do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola da ONU (Ifad, na sigla em inglês), Cornelia Richter, o secretário-geral da União das Câmaras Árabes, Khaled Hanafy, o presidente da União, Mohamad Abdo Saeed, e o secretário-geral da Câmara de Comércio Árabe-Britânica, organizadora do evento, Bandar Reda.

Segundo Younes, foi discutida, entre outros temas, a realização de iniciativas junto ao Ifad, agência das Nações Unidas que financia projetos de populações rurais que aumentem a segurança alimentar, os índices de nutrição e a renda. Os países árabes têm enorme preocupação com sua segurança alimentar e o Brasil, por outro lado, tem muito a oferecer nesta seara. Nessa linha, a Câmara Árabe ficou de estudar alguma parceria.

Já o secretário-geral da Câmara Árabe-Britânica elogiou o trabalho da entidade brasileira e sugeriu a promoção de ações de cooperação entre as duas instituições.

Temas

Entre os painéis do evento, um tema que chamou a atenção dos diretores da Câmara Árabe foi a utilização do mundo árabe como um polo de distribuição de comércio e transportes para o mundo.

Outro assunto de destaque foi o relacionamento das empresas e entidades árabes com as diferentes esferas britânicas de governo, que resulta na facilitação dos negócios bilaterais. “Os britânicos dão grande importância aos árabes e isso é algo que nós precisamos olhar com atenção. Percebemos o respeito que se dá a estas relações”, afirmou Younes. Ele citou iniciativas como a facilitação de vistos para empresários e a concessão de incentivos fiscais para investidores. “Pode ser um modelo a ser apresentado ao governo brasileiro”, declarou. Vale lembrar que Londres costuma receber grandes volumes de investimentos de países árabes.

Empresas

A coordenadora de Eventos da Câmara Árabe, Tâmara Machado, que organizou o estande da entidade, contou que recebeu a visita de 40 empresários. “Eram empresas do Reino Unido que querem fazer negócios com o Brasil e árabes interessadas em se associar à Câmara, além de buscar no País investimentos para projetos nas áreas de energias renováveis e segurança”, comentou. “Dois empresários nos procuraram também interessados em importar café do Brasil”, acrescentou.

Os representantes da Câmara Árabe ainda convidaram os presentes a participar do Fórum Econômico Brasil-Países Árabes, cuja próxima edição vai ocorrer em abril de 2020, em São Paulo.

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *