Reabertura do mercado para os EUA pode demorar um ano

Reabertura do mercado para os EUA pode demorar um ano.
Reabertura do mercado para os EUA pode demorar um ano.

Mercado do carneOs Estados Unidos resolveram manter o veto que já dura dois anos à carne in natura do Brasil, de acordo com relatório enviado ao governo brasileiro na última semana após uma inspeção técnica feita pelo Departamento de Agricultura americano. No documento, foram solicitadas informações adicionais e a realização de uma nova inspeção.

Sem o mercado Americano

O analista da consultoria Safras & Mercado Fernando Iglesias afirma que o veto gera frustração entre os frigoríficos e, com isso, o Brasil pode esperar até um ano para reabrir o mercado. “De qualquer forma as exportações estão indo muito bem. A China ainda compra muita carne do Brasil, muito em função da peste suína africana e a tendência é que isso continue. Os efeitos são limitados e não vão impedir que o mercado continue aquecido”, afirma.

A abertura das exportações estava incluída na pauta acertada com o presidente norte-americano, Donald Trump, na qual o Brasil fez concessões como facilitações para entrada do trigo e etanol dos Estados Unidos. O porta-voz da presidência da República, general Otávio Santana do Rêgo Barros, reconheceu que o governo ficou frustrado com a decisão, mas afirmou que a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, vai aproveitar uma viagem aos EUA, que já havia sido marcada, para tratar do assunto.

Mesmo sem EUA o Brasil exportou muita carne bovina in natura

Apesar desse empecilho em relação ao mercado norte-americano, o Brasil exportou 185,5 mil toneladas de carne bovina in natura e processada em outubro deste ano, o maior volume mensal da história é 15% superior do que em outubro de 2018.

Os dados são da Abiec com base em dados da secretaria de comércio exterior. Em relação a setembro, o volume embarcado cresceu 28% e com isso, o preço da arroba do boi gordo no interior de São Paulo atingiu  R$ 180, o maior valor desde a criação do plano real, de acordo com a Safras & Mercado.