Ministra se manifesta sobre campanha de difamação dos produtos da agricultura brasileira

tereza cristina 768x432 - Ministra se manifesta sobre campanha de difamação dos produtos da agricultura brasileira

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, conversou com a imprensa na última sexta-feira (9) em Brasília. Na ocasião ela manifestou seu protesto contra uma campanha que vem sendo realizada de difamação dos produtos da agricultura brasileira.

A ministra disse que os produtos da agricultura brasileira são seguros e sadios e sem nenhum risco, contribuindo para o crescimento da economia no país.

Segundo ela, a campanha de difamação contra agricultura repete um slogan que foi divulgado durante muito tempo, de que os brasileiros estão comendo veneno, porque existe uma infestação de agrotóxicos.

De acordo com a ministra, o agrotóxico ou defensivo agrícola ou químico, é igual ao remédio para as pessoas. Ambos têm instruções em suas bulas.

A ministra falou que todos os produtos são avaliados atentamente em uma análise demorada, atenta e científica pelo Ministério da Agricultura, Anvisa e Ibama.

Ela esclareceu que o objetivo é matar o vírus que causa a doença, porque se não houvesse o defensivo contra as pragas da agricultura e também não existisse medicamentos contra as enfermidades humanas, seria impossível existir vida.

Os produtos brasileiros da agricultura brasileira são exportados para 162 países e servidos na mesa dos brasileiros.

Ela está otimista quanto ao crescimento da agricultura, afirmando que a produtividade vai aumentar mais no curto prazo por causa dos avanços que são observados na infraestrutura de transporte ferroviário no centro-oeste, por exemplo.

Tereza Cristina deixou claro que o Brasil é uma das três maiores potências mundiais na agricultura, mas enfrenta hoje uma batalha declaradamente ideológica, onde de um lado estão raivosamente contra as ONGs financiadas por concorrentes estrangeiros, partidos políticos anticapitalistas e os cientistas engajados em apoiar a ideologia.

A ministra Tereza Cristina ainda destacou em seu encontro com a imprensa, que a economia brasileira é muito forte e não será impedida de crescer por causa de ideologias que não contribuem em nada.