Aquaponia para diversificação da produção de plantas e peixes

aquaponia giro rural 1 768x432 - Aquaponia para diversificação da produção de plantas e peixes

Se você está iniciando na aquaponia, dê preferência a espécies e cultivares vegetais adaptadas a hidroponia. Estas plantas são uma ótima escolha para produtores inexperientes.

Características das plantas para utilização na aquaponia

Inicialmente, deve-se escolher espécies vegetais com possibilidade de comercialização. Pois, de nada adianta cultivar plantas super adaptadas ao sistema aquapônico, se elas não forem passíveis a comercialização.

Em seguida, deve-se desenvolver um sistema com base nas características e nas necessidades físico-químicas destas plantas. Sendo assim, diversos fatores devem ser levados em consideração antes de montar o sistema, como:

  • Exigência em radiação solar 
  • Exigências nutricionais das plantas
  • Faixas de temperatura (ótima e tolerada)
  • Necessidade de aeração etc.

De modo geral, as características buscadas nestas plantas resumem-se em:

  • Desenvolvimento ótimo em pH, variando de, 5,8 a 6,2.
  • Tolerância a altos teores de água no seu sistema radicular. 
  • Tolerância a significativas variações nos teores de nutrientes contidos na solução nutritiva.

Espécies de plantas para aquaponia

Algumas plantas desenvolvem-se bem sob aquaponia, dentre as principais, pode-se citar:

  • Agrião
  • Alface
  • Berinjela
  • Chicória
  • Manjericão
  • Hortelã
  • Morango
  • Pepino
  • Pimenta
  • Repolho 
  • Rúcula
  • Tomate

De modo geral, a aquaponia permite a classificação destas plantas em dois grandes grupos, os quais são baseados na demanda nutricional: 

  • Plantas com baixa demanda nutricional: neste grupo são incluídos os vegetais folhosos, como alface, rúcula e agrião, por exemplo. Além de algumas espécies leguminosas, como ervilhas e feijões.
  • Plantas com alta demanda nutricional: nesta categoria são incluídas as espécies vegetais mais exigentes, como tomates, berinjelas, pepinos, morangos, pimentas etc.

Características dos peixes para utilização na aquaponia

Os sistemas de aquaponia permitem o cultivo de várias espécies de peixes. Entretanto, deve-se atentar para a densidade populacional adequada de cada espécie nos viveiros. 

De modo geral, os peixes utilizados em aquaponia precisam ser tolerantes a elevadas densidades populacionais, além de tolerarem manejo frequente. 

Espécies de peixes para aquaponia

Atualmente, as espécies de peixes mais empregadas na aquaponia são:

  • Achigã (Micropterus salmoides)
  • Bacalhau australiano do rio (Maccullochella peelii
  • Bagre americano (Ictalurus punctatus)
  • Carpa comum, húngara ou colorida (Cyprinus carpio)
  • Carpa capim (Ctenopharyngodon idella)
  • Carpa prateada (Hypoththalmichthys molitrix)
  • Carpa cabeça grande (Aristichthys nobilis)
  • Pacu (Piaractus mesopotamicus)
  • Perca gigante (Lates calcarifer)
  • Tilápia (Oreochromis spp.)
  • Truta (Oncorhynchus mykis)

Tilápia

Apesar da ampla gama de espécies, a tilápia é o peixe mais cultivado no mundo em aquaponia, estando o Brasil na posição de 4º maior produtor de tilápia em nível mundial. A sua preferência se dá em função da facilidade na aquisição de alevinos, boa rusticidade e amplitude do mercado consumidor.

Além disso, a tilápia tem excelente conversão alimentar e tolera elevadas densidades populacionais em cativeiro. Por ser amplamente cultivada, o seu manejo é bem conhecido, além de ser difundido por todo o mundo.

Entretanto, recomenda-se que o cultivo de tilápia não seja realizado em regiões de clima frio, a menos que a água seja aquecida.

Carpas

As carpas, por sua vez, são os peixes mais cultivados no mundo e assim como as tilápias são tolerantes a baixos níveis de oxigênio dissolvido. O potencial de utilização das carpas na aquaponia é imenso, visto que estes peixes podem ser cultivados em temperaturas, variando de, 4 ºC a 34 ºC.

Desta forma, as carpas são peixes ideais para a aquaponia em regiões de clima

temperado e tropical.

Destaque pode ser dado a carpa colorida, pois ela apresenta elevada tolerância a densidades populacionais. Além disso, está espécie é resistente a oscilações nos parâmetros relacionados a qualidade da água.

Quando cultivada em aquaponia, a carpa colorida pode ser destinada tanto ao consumo humano, como para fins ornamentais.

< Veja também a parte 1 da série