Além da carne, mercado chinês também poderá ser destino do café brasileiro

Além da carne, mercado chinês também poderá ser destino do café brasileiro
Além da carne, mercado chinês também poderá ser destino do café brasileiro

Café brasileiro: Em uma palestra realizada na Agrishow em Ribeirão Preto (SP), o professor Marcos Fava Neves (FEA-USP/RP e FGV) destacou as oportunidades de exportação de carnes para a China. O especialista falou sobre o assunto para um grande público durante a palestra “O Desafio da Inovação para se Construir Margens no Agronegócio”, realizada pelo Founder Institute, na Arena do Conhecimento, como parte da 26ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, que termina nesta sexta-feira (3).

Ele disse durante a palestra que o Brasil terá que seguir algumas recomendações para conseguir crescimento no agronegócio. Para o professor, alguns pilares deveriam ser adotados, como por exemplo, tecnologia agrícola em insumos e variedades, economia digital (softwares, como drones e aplicativos simples de operar), compartilhamento e economia circular e com integração.

O professor Marcos Fava Neves destacou que o Brasil conseguirá realizar boas parcerias de negócios com a China, que tem grande interesse em avançar na compra da carne brasileira. O café brasileiro também desperta o interesse do país asiático.

Missão Ásia começa na segunda

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, viaja na próxima segunda-feira 6) para cumprir uma missão de 16 dias no continente asiático. De acordo com informações do Ministério da Agricultura, a comitiva brasileira visitará o Japão, China, Vietnã e Indonésia. Serão realizados encontros com autoridades governamentais, empresários e acadêmicos para promover os produtos agropecuários com o objetivo de aumentar a participação brasileira nesses mercados.

“Vou à China, ao Japão, que está ávido por nossos relatórios para abrir mercado para nossa carne in natura”, disse a ministra, durante a abertura da Agrishow, no dia 29 de abril.

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *